Metal Precioso - OURO

Desde o início dos tempos, metais preciosos como prata, ouro e platina foram reconhecidos como ativos valiosos. E, hoje, os metais preciosos têm o seu lugar em todas as boas carteiras de investimentos; os metais preciosos têm um alto potencial económico para valorização de ativos, além de oferecerem proteção contra a inflação e correção do mercado de ações.

Quanto à Financial.org, concentrámo-nos apenas nos metais preciosos, especificamente o Ouro (XAU), nesta classe de ativos. Os metais preciosos têm permanecido bastante silenciosos desde 2012-13, coincidindo com o mercado de especulação na bolsa de valores da S&P 500. O ouro, como classe de investimento, é um bom isolamento e é seguro contra a inflação e a depreciação do mercado de ações.

Enquanto os metais preciosos são sexy por natureza, investir em metais preciosos provavelmente não é um movimento “sexy” no ambiente atual de investimentos; eles poderão não produzir retornos muito altos a curto prazo. Mas se alguém concordar com a filosofia de investimento de "Não coloque todos os ovos no mesmo cesto", então os metais preciosos deverão tornar-se num dos principais componentes de cada carteira de investimentos. As recentes correções do mercado de ações iniciadas em fevereiro de 2018 devem servir como um bom lembrete/motivador para começar a desenvolver certas estratégias de investimento defensivo e medidas para a diversificação da classe de ativos.

DISPONÍVEL PARA DESCARREGAMENTO
DISPONÍVEL PARA DESCARREGAMENTO
Descarregue já as nossas aplicações móveis oficiais.
A Financial.org é uma plataforma educacional. Nós NÃO lidamos com títulos nem recebemos quaisquer benefícios financeiros provenientes de Produtos Financeiros e Provedores de Serviços.
Todos os Direitos Reservados © 2016 - 2019